quarta-feira, 31 de agosto de 2011

SAUDADE DE SEU LIRA - por Ana Maria de Azevêdo Souza

 


SAUDADE


“A saudade é uma lâmpada acesa no altar da recordação”


É tomada por esse sentimento que vejo-me ao falar em Seu Lira. Saudade de um tempo bom da infância, saudade de um tempo bom da nossa Florânia, que perdeu-se nas brumas do progresso e não mais voltará.



Seu Lira com, o caminhão, sempre viajando, labutando para direcionar sua família... Meu vizinho querido, pai dos meus amados amigos Lirani e Liranita. Esposo de Dona Nitália por quem nutro grande afeição.


A imagem de Seu Lira estará viva na minha eterna lembrança, sem que alguém falar de homem de bem.


Sua missão, sua luta, de um simples homem do interior está cumprida: direcionou seus filhos tornando-os pessoas tão dignas, que só Seu Lira poderia torna-los.



Seu Lira, um ósculo de amor no seu eterno coração.



Carinhosamente


Ana Maria


Obs.: Filha de Dedé Dois Ouro.


Natal-RN, 18 de agosto de 2011.


Postado por Junior Galdino

Fotos do transporte e Seu lira na praça são do arquivo pessoal da família.

Foto cartaz de campanha política para prefeito e vice de Florânia. Arquivo de José Felizardo.

terça-feira, 30 de agosto de 2011

TUPÃ E OXALÁ NA FEIRINHA DAS NOSSAS COISAS


Neste último sábado (dia 27/08/2011), nosso blog COISAS DE FLORÂNIA participou da Feirinha Cultural – Indígena e Afro-brasileira a convite da turma da UVA (Universidade Vale do Acaraú), Polo de Florânia/RN.



Observando o resultado apresentado, notava-se que os alunos do Curso de Pedagogia, realizaram uma pesquisa profunda sobre o tema apresentado “EDUCAÇÃO INDÍGENA E AFRODESCENDENTE”.



O professor Jacksilandy Meira falou ao blog acerca do projeto dentro de sua disciplina Educação Indígena e Cultura Afro-brasileira, abordando os valores e fazendo uma rápida analogia da sociedade atual para com o índio e o negro.


http://youtu.be/aOMNNIT62wI

Foi muito gratificante ver a culminância de horas e dias de estudos desses futuros pedagogos. Parabéns a todos e a todas. Vocês estão no caminho certo –  O DA EDUCAÇÃO.



Sugestões de livros, filmes e músicas sobre o tema acima abordado. Esperamos que nossos seguidores internautas curtam nossas dicas.



ASSISTA:  Apocalypto  - Direção: Mel Gibson e Amistad – Steven Spielberg.



LEIA: O Navio Negreiro – Castro Alves



OUÇA: O Índio – Caetano Veloso e Negro Blues – Zé Ramalho




Por Junior Galdino

Fotos: Judileide Morais

Outras postagens relacionadas ao tema acima abordado:


http://coisasdeflorania.com/2011/04/19/vamos-comemorar-o-dia-do-indio/


http://coisasdeflorania.com/2011/01/25/primeiros-habitantes-de-florania-adaptado-por-junior-galdino/


http://coisasdeflorania.com/2011/04/19/somos-todos-indios/


http://coisasdeflorania.com/2011/01/25/arqueologia-de-florania/

CONHECENDO AS CIDADES DO RIO GRANDE DO NORTE EM UM CONTO

CONHECENDO AS CIDADES DO RIO GRANDE DO NORTE EM UM CONTO


Conto Poético de Lino Sapo ( Andrelino da Silva) em homenagem e respeito a todas as Cidades que pertence ao estado do Rio Grande do Norte.
Cachoeira do Sapo/RN - 05/03/2010



Cumpade PEDRO VELHO me diga como você anda? Inda ta trabaiando muito? E como anda cumade NÍSIA FLORESTA? Caba veio tou puraqui meio perdido, é uma histórameia adoidaiada mai se o senhor me ouçar desbatarei sem arrudei. Eu vinhe pra essas bandas buscar um TOURO chamado GUAMARÉ, pra levar lá pru ALTO DO RODRIGUES. Meu patrão seu ANTÔNIO MARTINS comprou o bichinho a seu MESSIAS TARGINO, meu patrão é abastado, é um homem bom e influente, foi amigo de infânça de RUY BARBOSA. Ele vive muito bem, agora eu cumpade, é que ando com uma maruzia e uma azalação da mulinga.


Cumpade ultimamente eu ando meio os imboléus, já fiz inté prumessa e já rezei pra SÃO PEDRO, SÃO FERNANDO e inté para SÃO VICENTE, pru mode eles falar com meu BOM JESUS pra eu ter BOA SAÚDE. Asto dia eu fui ao DOUTOR SEVERIANO e ele me arreceitou um lambedor de JAÇANÃ. Inda disse mai, que era bom pra eu viajar, ir pra outros lugares, ele inté me idicou BARCELONA, MACAU, EQUADOR ou se não quisesse sair do Brasil fosse pra PORTALEGRE ou pru ESPÍRITO SANTO. Sabe o que eu fiz? Eu fui foi pro PARANÁ, mas pense cumpade cumaé pequeno, é um PARAZINHO!!. Mai purlá tem um TABOLEIRO GRANDE com uma AREIA BRANCA, bem pru lado tem uma SERRA NEGRA DO NORTE, na verdade é uma SERRINHA!, Só que lá enriba cumpade tem uma PEDRA GRANDE e é uma PEDRA PRETA e purriba dela tem uma NOVA CRUZ feita de ANGICOS. Mai lá cumpade é tão quente, tão quente que parece o ceará, um CEARÁ-MIRIM, claro.


Cumpade prosiando e atencionando as coisas purcá mai que BAÍA FORMOSA, é muita bunita. Me alembrei de seu LUIZ GOMES, ele inda mora pru trai daquelas MONTANHAS? E seu PEDRO AVELINO, ainda é morador de seu AFONSO BEZERRA? São um povo muito prestativo. Cumpade! Tou me alembrando que tenho uma conta a acertar,é umas PENDÊNCIAS com seu SEVERIANO MELO, tou só esperano baixar a IPUEIRA pra  ir cobrar meus GALINHOS que ele trouxe lá da SERRINHA DOS PINTOS. ITAJÁ na hora de a gente acabar com esse quelelé esse EXTREMOZ, esses CARNAUBAIS de desavenças,acabar de vez com essa picuinha.


Cumpade, cortei esse chãozão de uma ponta a outra, em todo canto ta uma caristia danada, as coisas tá pelo oio da cara. Cumpade vou te dizer uma sabença, do jeito que a coisa tá rumando só vai piorar, prumode de que ultimamente passei uma fome danada. O senhor me imagina que nessa sumana só comie uns peixinhos, Uns ACARI pequeno que parecia um BODÓ. PATU ver JAPI di inté a SANTO ANTÔNIO e a SÃO MIGUEL uma boa forragem pru bucho, pidi com tanta esperança que chega fechei os oios e imaginei o rango, e falei arto e GROSSOS, SÃO MIGUEL DO GOSTOSO!!!!!Mudando o prosiado o cumpade se alembra da fazenda siridó? Pois bem, tá bunita,lá fizero CURRAIS NOVOS, só de PAU DOS FERROS duro feito ASSÚ e de CARNAÚBA DOS DANTAS, lá daquela LAGOA DANTA. Cumpade foi trabaiada danada os morão foram tudim cortado pur seu FRANCISCO DANTAS e o empregado dele seu JOSÉ DA PENHA.


Cumpade ficou de primera, lá tem o mai bunito JARDIM DO SERIDÓ. O padroeiro da fazenda é um santo de casa, é SÃO JOSÉ DO SERIDÓ, e a padroeira não pudia ser de outro lugar e esculhero SANTANA DO SERIDÓ, mai dizem as más línguas, Cá pra nós,que ela num tá fazendo nenhum milagre não, tão inté quereno jogá lá no mato. Já tem inté gente chamando, ver se pode, de SANTANA DO MATO. Desse jeito tá rim já pensou cumpade, se o padroeiro não fizer milagre, e quiserem jogalo naquele CAMPO REDONDO, imagine só cumpade aquele CAMPO GRANDE, vão bem apilidar de SÃO JOSÉ DE CAMPESTRE. Magina só? Mai cumpade cum toda buniteza o lugar tá sem um pé de vida, logo adispois que seu BENTO FERNANDES bateu as botas, os filhos RAFAEL FERNANDES e RODOLFO FERNANDES quisero vender as terras, inda chegaro a vender uma parte para ALMINO AFONSO, que fez um SÍTIO NOVO, que vai do RIACHO DA CRUZ inté o MONTE DAS GAMELEIRAS. Cumpade num vendero todinha pruque seu MARCELINO VIEIRA e seu FERNANDO PEDROSA cuma era os moradores mai an tigo se intrumeteram. Tavam brabos e eles diziam: o resto vocês não vendem, o pai de vocês era um santo já esqueceram? Vocês deveriam era fazer uma igreja para o pai de vocês, pra noise as terras inda são daquele santo. E a SERRA DE SÃO BENTO ninguém toca, e do jeito que eu tou me agarru cum cobra piso inté em cascavel e CERRO CORÁ.Cumpade a confusão foi grande demai, era tanta da fofoqueira na fazenda, pisano purriba das plantas e se rindo, que parecia um JARDIM DE PIRANHAS. O qui qui foi maior quando FRUTUOSO GOMES falou que as TIMBAÚBA DOS BATISTAS tava sendo irrigado do OLHO DÁGUA DOS BORGES. Minina cumpade, quando MARTINS oiçou foi logo dizeno: quero ver irrigar lá do meu MONTE ALEGRE, pruque lá é uma LAGOA SALGADA! Nisso cumpade, chega RAFAEL GODEIRO trazendo o CORONEL EZEQUIEL e o TENENTE ANANIAS. Cumpade quando os homi chegaru, inté a CRUZETA, feita de OURO BRANCO, fincada na entrada da fazenda, num pé de BARAÚNA, ficou sem ENCANTO. O estrelado foi lo go falando: e essas mueres VIÇOSA não têm nada que VENHA VER aqui. Nesse momento cumpade, ele espiou pra eu, que me tremie todinho, logo ele cumpade que me achava caipira e só me chamava de CAIÇARA DO NORTE. Ai Ele preguntou o que é que eu fazia ali. A voz ficou entalada mai eu resmunguei tempodispois: vim rezar pra SÃO BENTO DO NORTE. Ele chega muchou e com um olhar macriado disse: aqui só tem rezatório só se for pra SÃO BENTO DO TRAIRI, vá simbora percurar outro santo. Arribe para o oeste lá tem muitos, talvez você encontre um SÃO FRANCISCO DO OESTE. Não precisou nem terminar a pronunciada, sai em t oda disparada, parecia inté que agora eu nadava e vuava que nem um CAIÇARA DO RIO DOS VENTOS.Cumpade! Cumpade! Fui muito azilado, na carreira bati num palanque que tava o GOVERNADOR DIX-SEPT ROSADO, o SENADOR ELOI DE SOUSA e mesmo na horinha que o SENADOR GEORGINO AVELINO tava se pronunciando. Quando os povos me viro nacarreira em direção ao palanque, pensava que eu ia matar os chefes políticos. Nisso o CORONEL JOÃO PESSOA me viu, no aperreio que eu tava eu nem pensava,daquele jeito eu merguiaria inté no RIO DO FOGO. Cumpade quando eu espio pru lado o MAJOR SALES e o TENENTE LAURENTINO já vinha nos meus carcanhar pega num pega.



Ai foi que eu corri, inda mai com o tiro zunindo no peduvido, pulei por riba de uns PILÕES e sai com a gota serena. Escutei na carreira quando dona LUCRÉCIA disse, é guerra, FELIPE GUERRA! Felipe venha pra casa meu fio, SÃO JOÃO DO SABUGÍ pruteja meu fio. Não parei cumpade de correr, se eles me pegam eles iam JUNDIÁ de eu. Dei um pitú nos homi e sai meio escundido pru trai de uma LAJES PINTADA, peguei um RIACHUELO e sai sem deixar ra sto. Vie de longe uma VÁRZEA e ai eu fui em busca do PORTO DO MANGUE que era menos perigoso. Quando cheguei purlá só tinha PASSAGEM na canoa TIBAU DO SUL. A TIBAU já havia saído, elas chegam em PARELHAS mas uma sai meia hora antes. Ai cumpade eu pensei desse jeito num dá, sou nortista, no sul num vou agüentar.



Então cumpade eu sai por um BREJINHO e vi um filete dágua conhecido, era do RIACHO DE SANTANA uma ÁGUA NOVA e tumei logo umas goipada. Adispois cheguei a uma BAIXA VERDE e vi muita arvures agrandaada fui andando pra lá, cumpade pense num lugar bem sombraiado paricia um JARDIM DE ANGICOS. Pensei ter escapado dos homi mai a armadia foi pior. Sai bem no meio de uma aldea dos índios JANDUIS e MOSSORÓ, continuei andano como se num tivesse percebido nada. Foi quando ouvi o pajé MAXARANGUAPE dizer pra dois índios assim: IPANGUAÇU, PARNAMIRIM corram atrás e PARAÚ e tragam para mim, eles realmente me pararu, me amarraru e me colocaru em uma LAGOA DE PEDRAS e adispois em um POÇO BRANCO. Cumpade o corpo todo tremia, a voz já não saia, os cabelu nem sentava no casco. Foi quando eu a lembrei de SANTA MARIA e do meu anjo da guarda, SÃO RAFAEL, e cumecei a rezar,nisso o pajé me olhou da cabeça aos pés e disse: UMARIZAL, TAIPÚ vá buscar CANGUARETAMA.


Cumpade pense numa agonia danada enquanto eles saia eu me borrava todo nas calças. Quando vortaru o pajé falou: veja filha se esse serve? Enquanto eu espiava aqueles cabelus e oios  pretu feito a casca de uma CARAÚBAS, ela tapava o nariz e balançava a cabeça em negação. Entonce JUCURUTU me soltou e APODI disse aqui é PASSA E FICA mai você num vai ficar. O pajé com um oiar dar uma ordem e ARÊS trai um jumento, ITAÚ inda diz: o nome dele é nema. Aí me ajuda a muntar no burro, e espanca o animal que sae em toda carreira, enquanto eles gritam aqui num é lugar pra covardes.


Cumpade o burro curria e eu agradecia pru céu, o meu estoque de santo já tinha acabado, mai inda restava alguns, então comecei a agradicer, a SÃO PAULO DO POTENGI, SÃO GONÇALO DO AMARANTE e SÃO JOSÉ DO MIPIBÚ. Fiz o sinal da SANTA CRUZ e sai me escurregando nos espinhaço do burro, que começa a desembestar e a pular devido a catinga, e eu gritano aperriado upa, upa, UPANEMA, pare meu bichinho. Nisso só ouvir a burduada cai estatelado no tronco de um pé de MACAÍBA, e ali mesmo adormecie todo duido. Acordei com o canto dum CAICÓ e dum TANGARÁ.despertei adispois de uma madorna boa e sai andano a pé com o bucho roncando que parecia um trovão, a vista já tava escura de sede, num via mai nada. Só sei que cheguei numa LAJES e caminhei até achar uma LAGOA NOVA pra me banhar, e bem na frente encontrei uma LAGOA DE VELHOS.
Pedi cumida e me derum umas GOIANINHAS, preguntei onde estava, e eles disserum na SERRA DO MEL, então sai por entre umas plantaiada que formava uma FLORÂNIA e que parecia uma VILA FLOR. Segui as abeias e achei uma JANDAIRA, e que mé, foi um SÃO TOMÉ. Rumei para o oeste e dicie a SERRA CAIADA na noite de NATAL. Foi lá que vi a beleza e a PUREZA de ALEXANDRIA, chamei um menino pru nome de IELMO MARINHO e pedi um favor. Só pra dar um recado aquela donzela que meu coração amou. Mas o minino olhou e disse: Deus que me livre meu sinhor, aquela muier bunita é fia de seu JOÃO DIAS e ele é o lampiã da regiã.



Te juro cumpade, em nome da VERA CRUZ, aquela muier inté os anjos seduz. Tudo que hoje eu mai quiria era com ela casar, e se isso um dia vier a acontecer,pode ter certeza, pra eu será o trofé do meu TRIUNFO POTIGUAR.


Acesse: http://linosapovidaeobra.blogspot.com/2010/06/biografia.html e conheça mais sobre o poeta Lino Sapo.


Por Junior Galdino

segunda-feira, 29 de agosto de 2011

TÚNEL DO TEMPO, PAIXÃO DE CRISTO DE 1996

ESSA É PARA MATAR A SAUDADE, ENCONTREI ESSE VÍDEO NO YOU TUBE POSTADO POR NOSSO AMIGO BINHO, COM A PAIXÃO DE CRISTO DE 1996 APRESENTADA PELO CIC CEP.

http://youtu.be/lIKUsYEoGjY

POSTAGEM: DOMINGOS TOSCANO.

sábado, 27 de agosto de 2011

HUMOR DAS NOSSAS COISAS



Por Junior Galdino

FLORÂNIA – HIDROGRAFIA E HIDROGEOLOGIA. (7º Fascículo)

O Blog Coisas de Florânia compromissado com o SABER COLETIVO das nossas coisas lança em primeira mão a categoria FLORÂNIA – História, Geografia e Aspectos Políticos-Culturais.


Essa categoria é subdividida em vários fascículos, tornando de fácil acesso uma pesquisa mais profunda sobre o município de Florânia/RN.


Nesse sétimo “fascículo virtual” abordaremos a HIDROGRAFIA E A HIDROGEOLOGIA do município.


Ao término das postagens desses fascículos disponibilizaremos as referências bibliográficas utilizadas e todos os arquivos em formato de mídia PDF.


FLORÂNIA


História, Geografia e Aspectos Políticos-Culturais.


Por Junior Galdino


HIDROGRAFIA


O município de Florânia fica localizado entre o Rio Rossaurubú e Quixodé estando inseridos na Bacia Açu-Piranhas, bacia essa que cobre com suas águas 40% da área do Rio Grande do Norte.


O município encontra-se com 100% do seu território inserido na Bacia Hidrográfica do rio Piranhas – Açu.


Os principais rios de Florânia são:


Rossaurubú, Garganta, Quixodé, Cajazeiras, Umari-preto/Patacorô, Pé de Serra e Dizimeiro.


O mais importante rio é o Rossaurubú, que nasce na Serra de Santana (cidade de Tenente Laurentino Cruz), no sítio Riachão e em direção sul, passa no antigo lugar “Rossaurubu”, nos sítios Capim-Açu, Catolé, Brejinho e Condado, à esquerda da cidade de Florânia, e à direita, na Fazenda Passagem, Juazeiro do Padre, Barrocas, Ipueira, Livramento e Pitombeira, indo reunir-se ao rio Quinquê, no lugar Barra do Acari com um curso de 60 km a despejar no rio São José, junto à cidade de Cruzeta/RN.



Foto 6 – Rio Rossaurubú (inverno 2011).


Atualmente a política para o semi-árido norte-rio-grandense volta-se também para a instalação de adutoras que visam beneficiar as populações da região.


O município não dispõe de mananciais com qualidade e quantidade que permitam a implantação de obras de abastecimento. Portanto fez-se necessário o beneficiamento de oferta d`água através do Sistema Adutor Serra de Santana, que tem como objetivo o abastecimento humano e dessedentação animal.  Também conhecido como Adutora Deputado Aristófanes Fernandes o sistema possui uma extensão total de 194,940 Km, a captação d`água bruta é feita no lago da barragem Armando Ribeiro Gonçalves, localizado no município de Jucurutu e possibilita uma vazão total de 124,65 l/s ou 448,74 m³/h.


HIDROGEOLOGIA


Aqüífero Cristalino


Engloba todas as rochas cristalinas, onde o armazenamento de águas subterrâneas somente se torna possível em áreas que a geologia local apresentar fraturas associadas a uma cobertura de solos residuais significativas. Os poços perfurados apresentam uma vazão média baixa de 3,05 m³/h e uma profundidade de até 60 m, com água comumente apresentando alto teor salino de 480 a 1.400 mg/l com restrições para consumo humano e uso agrícola.


Aqüífero Aluvião


Apresenta-se disperso, sendo constituído pelos sedimentos depositados nos leitos e terraços dos rios e riachos de maior porte. Estes depósitos caracterizam-se pela alta permeabilidade, boas condições de realimentação e uma profundidade média em torno de 7 metros. A qualidade da água geralmente é boa e pouco explorada.

MISSA DE 30º DIA - SAUDADES DE SEU LIRA DANTAS

Neste domingo dia 28 de agosto, as 7h30min, na Matriz de São Sebastião, de Florânia/RN, será celebrada a Missa de 30º Dia em sufrágio da alma do Sr. Luiz Lira Dantas, carinhosamente conhecido por Seu Lira.



Que essa família floraniense receba o conforto e a paz que só Deus pode proporcionar.


Por Junior Galdino

sexta-feira, 26 de agosto de 2011

Dica do Fim de Semana:Aulas da Irene

Você está em dúvida como  escrever as palavras?  Quer saber mais um pouco de história? Então presta atenção neste vídeo da Irene.

http://youtu.be/fiz-v9Bekto

Postagem: Domingos Toscano

quinta-feira, 25 de agosto de 2011

Dia do Feirante



O dia do feirante é comemorado em 25 de agosto, data que marcou a realização da primeira feira livre no país, no Largo General Osório, em São Paulo, no ano de 1914.

A ideia surgiu dos próprios produtores, uma vez que após fazerem as vendas de seus produtos para donos de restaurantes e mercearias, não sabiam o que fazer com as mercadorias que restavam, assim, tentavam vendê-las a preços mais baixos, diretamente para a população.



A partir do Ato 625, o prefeito da capital paulista, Washington Luis, oficializou e implantou as feiras livres no Brasil, sendo que hoje seguem as determinações da Lei nº 492/84.

[caption id="attachment_2711" align="alignnone" width="590" caption="Foto extraída do livro Flores de Minha Infância da Floraniense Ana Maria de Azevêdo"][/caption]

O sucesso das feiras livres foi tão grande que persistem até os dias de hoje, pois os produtos estão em ótimo estado de conservação, fresquinhos, parecem até que foram colhidos na hora.



Na feira livre de tudo se encontra são barracas de pastéis e caldo de cana, de defumados como linguiças e carnes, queijos, doces, salgadinhos, farinhas, goma, além de outros que não tem nada a ver com o meio, mas que também são vendidos no local, como roupas, DVDs, CDs, consertos de panela etc.

http://youtu.be/EyijqpgTKSA

Os vendedores das barracas geralmente são pessoas de uma mesma família, pais e filhos, que lutam para o próprio sustento.

Pesquisa e postagem: Domingos Toscano

Fotos: Junior Galdino

Sugestão de postagem: Marquinhos de Manelão.

terça-feira, 23 de agosto de 2011

23 DE AGOSTO, DIA DO INTERNAUTA

Hoje é comemorado o Dia do Internauta devido ao mês do aniversário de aparecimento do World Wide Web, mais conhecido como WWW. Foi por causa da sua criação que nós temos acesso a rede mundial de computadores de uma forma mais ágil e simples atualmente.



Segundo o Ibope Nielsen Online, em julho deste ano, havia 64,8 milhões de internautas no Brasil, um aumento de 2,5 milhões em relação ao ano anterior. A cada dia, 500 mil pessoas entram pela primeira vez na web; a cada minuto são disponibilizadas 20 horas de vídeo no YouTube; e a cada segundo um novo blog é criado. Em 1982, havia 315 sites na internet, hoje, existem 174 milhões.



O dia 23 de agosto ficou famoso mundialmente depois de uma grande passeata que reuniu milhares de pessoas na Praça Campo de Bagatele, após o IGF Brazil (Internet Governance Forum), com o intuito de comemorar a importância do ciberespaço e as realizações feitas por internautas espalhados no mundo.



Portanto, neste dia, nós desejamos a todos vocês blogueiros, twitteiros, orkuteiros e companhia ilimitada que continuem colocando conteúdo no ciberespaço e contribuindo para uma vida mais justa. Como diria Madre Teresa de Calcutá: “Meu trabalho pode ser apenas uma gota no oceano, mas sem ele o oceano seria menor!”.


Confira a Mensagem de Dona Dilma para o internauta:

http://youtu.be/uk3i1KwTY9o

A TODOS OS NOSSOS INTERNAUTAS, NOSSO MUITO OBRIGADO PELOS ACESSOS E CONTINUEM CONECTADOS NAS COISAS DE FLORÂNIA.

Domingos Toscano e Junior Galdino

domingo, 21 de agosto de 2011

FLORÂNIA REALIZA PRIMEIRO CONGRESSO DIOCESANO DO TERÇO DOS HOMENS

A Paróquia de São Sebastião realizou neste Domingo o primeiro Congresso Diocesano do Terço dos Homens no Santuário das Graças em Florânia.



Logo que chegaram à cidade os participantes foram recepcionados na Igreja Matriz de São Sebastião pelos acólitos e encaminhados para vários pontos da cidade para um delicioso café da manhã.



No Santuário foi celebrada uma missa  com  participação de várias cidades da região do Seridó presidida pelo Bispo Da Diocese.  Logo depois foi ministrada uma palestra sobre a importância do terço na vida do homem em seguida  o encerramento com um almoço de confraternização entre os participantes.



Do blog os parabéns a todos os congressistas, em especial ao nosso Padre Carlos e toda a equipe de Pastorais que não mediram esforços para a realização deste evento.


 Momentos de muita fé e devoção a Virgem Maria.

http://youtu.be/fG61oMVQiJk
Postagem: Domingos Toscano

sexta-feira, 19 de agosto de 2011

TEREZINHA DE JESUS

Essa é pra matar a saudade da cantora floraniense Terezinha de Jesus, para os que não conhecem tai uma boa oportunidade de curtir uma linda música através de uma voz maravilhosa.
http://youtu.be/wLecOLHfOLE

Por Domingos Toscano

quinta-feira, 18 de agosto de 2011

19 DE AGOSTO – DIA DA FOTOGRAFIA

Oh, que estrada mais cumprida. Oh, que légua tão tirana. Ai, seu tivesse asa, inda hoje eu via Ana”. Talvez fosse dessa maneira que todo nordestino retirante sentia saudade do seu torrão natal. Sensibilidade cantada pelo rei do baião Luiz Gonzaga em sua canção Légua Tirana com parceria de Humberto Teixeira.


No dia 20 de agosto de 1960, justamente um dia após a homenagem nacional ao Dia da Fotografia, chegava de viagem a Florânia/RN, em cima de um pau de arara, um jovem simples, sonhador e trabalhador, trazendo consigo, à tira colo, uma máquina que mudaria o cotidiano daquela pequena cidade interiorana do Seridó potiguar. Era uma máquina fotográfica modelo Kodak, guardada com todo zelo, dentro de uma bolsa de cor preta muito bem conservada.




Antônio Retratista quando acabava de chegar de Minas Gerais. Pendurada no seu ombro a câmera fotográfica. Ao fundo a antiga gameleira. 20/08/1960

Antônio Domingos de Medeiros era esse jovem. Mas logo-logo seria reconhecido pela arte de retratar a essência dos fatos, dos lugares, das alegrias, das tristezas, das paisagens e dos movimentos, enfim, de tudo que estivesse ao alcance de sua lente.


A partir desse leque de circunstâncias atribuídas a sua profissão, o povo floraniense batizou-o por toda eternidade de ANTÔNIO RETRATISTA.



Antônio Retratista,  Fátima(filha), Maria(esposa),e João Maria(filho).

Nesse dia de hoje – DIA DA FOTOGRAFIA - queremos retratar a nossa homenagem a esse pai de família que devido a grande exposição aos produtos químicos e pelo amor à vocação que possuía, partiu prematuramente no ano de 1983, deixando sua família tão cedo.


Parabéns saudoso ANTÔNIO RETRATISTA, Chico Rocha, Maria da EMATER, Dogilfran, Marileide, Maricélia Paulino, Chiquinho da Serra do Cajueiro, Manoel Brito, Carlinhos de Sônia, Wantuir Everton, Wendel Marcus, Josimar Tavares, José Felizardo, Juraci Araújo, João Batista, Domingos Toscano, Geovani Cruz, Emerson Campos, Jacksilandy Meira, Claudiano Silva, Lázaro (Tonny), Ricardo Morais, Edson Dantas...Por RETRATAREM, dentro de suas particularidades, AS COISAS DE FLORÂNIA.


Junior Galdino

A NOVA ARQUITETURA DAS COISAS DE FLORÂNIA - 6º Olhar


A canção de Vinicius de Moraes, A CASA, aquela que diz assim:


Era uma casa muito engraçada
Não tinha teto, não tinha nada


Ninguém podia entrar nela, não
Porque na casa não tinha chão


Ninguém podia dormir na rede
Porque na casa não tinha parede


Ninguém podia fazer pipi
Porque penico não tinha ali


Mas era feita com muito esmero
Na rua dos bobos, número zero


A referida música nada tem a ver com os lindos modelos que estão surgindo por toda a parte no município de Florânia/RN. Prova disto, criamos à série A NOVA ARQUITETURA DAS COISAS DE FLORÂNIA, com a finalidade de mostrar outro olhar sobre as nossas construções residenciais e comerciais.



Hoje postamos mais uma nova casa recém-construída e de um bom gosto arquitetônico. Seu verde sobrepõe-se à natureza que lhe serve de fundo e de inspiração.


Foto e texto por Junior Galdino


http://youtu.be/WJpW9_TXJxg

AS ELEIÇÕES DAS COISAS DE FLORÂNIA – 2ª URNA!


Você está de "ACORDO" com a charge acima?


Leia, observe e "aperte o verde para CONFIRMAR ou o laranja para CORRIGIR ou BRANCO"!



Mais um vídeo educativo que foi utilizado na campanha eleitoral de 2008, porém perfeito para os dias atuais e vindouros.


http://youtu.be/z_mv4zJHj-4
Por Junior Galdino

terça-feira, 16 de agosto de 2011

16 DE AGOSTO – DIA DO FILÓSOFO


Foto - Silmara(esposa) e  o Filósofo Jackislandy Meira - por Wantuir Everton


Hoje quero fazer uma homenagem a um filho de Jardim de Piranhas/RN. Esse jovem escolheu Florânia para ser o berço e o lar de sua mais nova família. Posso lhe atribuir inúmeros atributos: amigo, colega de trabalho, lutador, fundador de sindicato, de professor, paciente, conselheiro, especialista, inteligente, ótimo escritor de textos reflexivos, padre, pastor, teólogo, flamenguista, culto, honesto, sabedor das ideias ocultas...


 


Todavia quero enaltecê-lo pelo seu dia. Hoje, dia 16 de agosto, é dedicado ao Dia do Filósofo. Pois bem, essa dedicatória é para o meu amigo Filósofo Jackislandy Meira. Estendo também essa saudação e parabéns a todos os homens e mulheres que se dedicam e que enveredam pelo mundo das ideias, das controvérsias, dos porquês, da lógica e COISAS afins.


Quero que essa homenagem chegue até Max Bezerra, filósofo e filho de Florânia (atualmente reside em Natal). Grande idealista de dias melhores por sua amada terra natal. Gente boa e tranquila.


A todos, saudações “platônicas, agostinianas, marxistas, kantianas, nietzschianas e cristãs”.


Por Junior Galdino

GIFFONI – SUAS INFLUÊNCIAS, NOSSAS SEMELHANÇAS!


Os italianos foram muito influentes em nosso município. Uma sugestão é visitar esse endereço http://www.comune.giffonivallepiana.sa.it/ e descobrir que temos muito em comum com esse povo que por força do amor e do destino vieram fixar morada em nossa pequena Florânia. A título de curiosidade, foi Antonio Giffoni quem doou para nossa matriz a imagem de Santo Antônio, além de ajudar financeiramente na reforma dessa igreja.



Que Florânia é apaixonada por cinema ninguém tem dúvidas. Recebemos uma forte influência do saudoso polonês Cônego Estanislau Piechel, com a criação do seu Cine Pio XI. Por coincidência, ou não, na região de Giffoni Valle Piana acontece um dos maiores festivais de cinema europeu.



Quantas COISAS em comum: arquitetura, música e cinema. Somos orgulhosos dessas semelhanças e influências.



Por Junior Galdino


Outras publicações sobre os italianos em Florânia/RN acessem os link’s abaixo:


http://coisasdeflorania.com/2011/06/26/a-difusora-das-nossas-emocoes/

segunda-feira, 15 de agosto de 2011

A JUSTICEIRA DO ASFALTO E O VI MOTOFEST SANTA CRUZ/RN


A Justiceira do Asfalto volta e volta em grande estilo dominando as pistas e as páginas da rede mundial de computadores.



Dessa feita, ocorreu nos domínios “comarquianos” de Santa Cruz/RN, durante o VI Motofest daquela cidade, o maior evento de “motocas” da região do Trairi Potiguar.



Estavam lá para serem testemunhas oculares: Emerson Campos, Paulo Ferreira, Dedé Carolino, Josival Umbelino e Jofran. Compareceu à “audiência automobilística” a defensora dos direitos da Justiceira do Asfalto, a Sra. Maria Brito. E empunhando o emblema dos morcegões ele, Antônio Brito, o amante da Justiceira. Somados a esses personagens uma multidão de curiosos, que se aglomerava para ver, fotografar e babar pela rainha e deusa dos motociclistas aventureiros. Justamente ela a Justiceira do Asfalto.



Como prova cabível do fato exposto nos autos, seguem anexadas as “photographias in statu quo ante” do ocorrido.



Esse texto foi apresentado de maneira descontraída para enaltecer os nossos motociclistas de todo Brasil, em especial, os de Florânia/RN.


Por Junior Galdino


Veja a outra matéria sobre Justiceira do Asfalto. Acesse: http://coisasdeflorania.com/2011/03/13/a-justiceira-do-asfalto/


FLORÂNIA - PAISAGENS GEOLÓGICAS E SEUS RELEVOS. (6º Fascículo)

O Blog Coisas de Florânia compromissado com o SABER COLETIVO das nossas coisas lança em primeira mão a categoria FLORÂNIA – História, Geografia e Aspectos Políticos-Culturais.


Essa categoria é subdividida em vários fascículos, tornando de fácil acesso uma pesquisa mais profunda sobre o município de Florânia/RN.


Nesse sexto “fascículo virtual” abordaremos as PAISAGENS GEOLÓGICAS E OS RELEVOS do município.


Ao término das postagens desses fascículos disponibilizaremos as referências bibliográficas utilizadas e todos os arquivos em formato de mídia PDF.


FLORÂNIA


História, Geografia e Aspectos Políticos-Culturais.


Por Junior Galdino


AS PAISAGENS GEOLÓGICAS E OS RELEVOS

RELEVO FLORANIENSE




Planalto da Borborema


De 200 a 750 metros de altitude.


Serra de Santana


Serra da Garganta


Serra do Cajueiro


Depressão Sertaneja - terrenos baixos situados entre as partes altas do Planalto da Borborema e da Chapada do Apodi.




Planalto da Borborema - terrenos antigos, formados pelas rochas Pré-Cambrianas como o granito, onde se encontram as serras e os picos mais altos.



Foto – Serra da Garganta(conhecida também por Serra Grande) - por Junior Galdino




Aspectos Geológicos e Geomorfológico


Geologicamente o município abrange dois tipos de terrenos distintos, o Embasamento Cristalino e a Formação Serra do Martins.


Embasamento Cristalino - ocupa a porção do município com cotas topográficas mais baixas, é caracterizado por rochas de idade Pré-Cambriana Superior, 570 - 1.000 milhões de anos, Grupo Seridó, com xistos, mármores e filitos, e Pré-Cambriano Médio a Inferior, 1.100 - 2.500 milhões de anos, Grupo Caicó, com migmatitos, gnaisses, granitos, anfibolitos e calcário.




Formação Serra do Martins - é representada por sedimentos de idade Terciária, em torno de 30 milhões de anos, com arenitos, conglomerados e argilas variadas, que ocupam o topo da Serra de Santana, sendo testemunhos de uma cobertura sedimentar mais extensa que foi erodida.


Geomorfologicamente predominam relevos de topo convexo com diferentes ordens de grandeza e de aprofundamento de drenagem, separados geralmente por vales em “V” e eventualmente por vales de fundo plano.

Para conhecer os outros fascículos é só acessar a categoria FLORÂNIA – História, Geografia e Aspectos Políticos-Culturais.

domingo, 14 de agosto de 2011

GIFFONI – OS ITALIANOS DAS NOSSAS COISAS EM FLORÂNIA

Já dizia o saudoso maestro Marciano Ribeiro da Costa: “Nunca duble uma música! Se você sabe executar apenas uma canção, excute-a com maestria, com toda perfeição que possa alcançar, porém não se empolgue em tocar 10 músicas pela metade, pois o que vale não é quantidade, e sim, qualidade da execução”.



Por isso digo: não possuo muita propriedade para argumentar e adentrar no contexto da genealogia dos imigrantes italianos de Florânia, em especial a família GIFFONI, porém posso trazer para nossos internautas uma modesta analogia da influência arquitetônica dessa família europeia que aqui se instalou e enraizou seus costumes e hábitos, adequando-os ao cotidiano de Flores durante o final do século XIX e início do século XX.



Essa Influência está retratada na arquitetura secular floraniense, merecendo relevância o conjunto arquitetônico da igreja Matriz de São Sebastião, em especial, os contornos das portas laterais e centrais, imitando assim, o Convento di San Francesco na região de Giffoni Valle Piana, na Itália. Outro local é a rua que leva o nome do seu antigo proprietário Antônio Giffoni, localizada no centro da cidade de Florânia/RN.



Observe as figuras, faça a sua própria leitura de imagem e crie suas conclusões.



Por Junior Galdino


Clique nas fotos montagens para ampliá-las.

http://youtu.be/9QCXytUeFsU

sábado, 13 de agosto de 2011

AOS PAIS DAS NOSSAS COISAS DE FLORÂNIA

Estou postando uma música do Rei Roberto Carlos.  Essa canção me foi revelada na voz de Irafran Nobre, durante uma serenata que fazíamos na noite fria de Florânia. Era uma madrugada do Dia dos Pais. Essa canção se chama TRAUMAS.


Trago para todos um vídeo que foi postado no YouTube com referência a música do Rei.


Feliz Dia dos Pais.


Quero aproveitar o espaço e indicar o filme À PROCURA DA FELICIDADE.



Chris Gardner (Will Smith) é um pai de família que enfrenta sérios problemas financeiros. Apesar de todas as tentativas em manter a família unida, Linda (Thandie Newton), sua esposa, decide partir. Chris agora é pai solteiro e precisa cuidar de Christopher (Jaden Smith), seu filho de apenas 5 anos. Ele tenta usar sua habilidade como vendedor para conseguir um emprego melhor, que lhe dê um salário mais digno. Chris consegue uma vaga de estagiário numa importante corretora de ações, mas não recebe salário pelos serviços prestados. Sua esperança é que, ao fim do programa de estágio, ele seja contratado e assim tenha um futuro promissor na empresa. Porém seus problemas financeiros não podem esperar que isto aconteça, o que faz com que sejam despejados. Chris e Christopher passam a dormir em abrigos, estações de trem, banheiros e onde quer que consigam um refúgio à noite, mantendo a esperança de que dias melhores virão.


Confiram o vídeo abaixo e a sugestão do filme. Vale a pena!


Mais uma vez FELIZ DIA DOS PAIS!


Por Junior Galdino

http://youtu.be/se6_HLSFjGM