terça-feira, 28 de fevereiro de 2012

Piso do Magistério deve ser reajustado em 22,22% e passar para R$ 1.451

O piso salarial do magistério deve ser reajustado em 22,22%, conforme determina o artigo 5º da Lei 11.738, de 16 de junho de 2008, aprovada pelo Congresso Nacional. O novo valor será de R$ 1.451,00. O piso salarial foi criado em cumprimento ao que estabelece o artigo 60, inciso III, alínea “e” do Ato das Disposições Constitucionais Transitórias.

Conforme a legislação vigente, a correção reflete a variação ocorrida no valor anual mínimo por aluno definido nacionalmente no Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb) de 2011, em relação ao valor de 2010. E eleva a remuneração mínima do professor de nível médio e jornada de 40 horas semanais para R$ 1.451,00.

MEC - Assessoria de Comunicação Social

sexta-feira, 24 de fevereiro de 2012

INVERNO NO RN TERÁ MÉDIA DE 600 MILÍMETROS DE CHUVA


Informações da Assessoria do Governo do Estado 

A IV Reunião de Análise Climática para a região Nordeste do Brasil, promovida pela Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte (EMPARN), foi encerrada na última sexta-feira (17). O evento aconteceu no auditório da Secretaria Estadual de Administração e Recursos Humanos (SEARH), nesta quinta (16) e sexta-feira (17), quando os meteorologistas analisaram os parâmetros oceânicos e atmosféricos globais para prever o período chuvoso para os meses de março, abril e maio no semiárido do norte-nordeste brasileiro. 

Na ocasião, o gerente do Setor de Meteorologia da Emparn, Gilmar Bristot, apresentou o relatório final da reunião. "Nós conseguimos entregar para o Governo do Estado uma previsão bem elaborada, bem discutida e que possivelmente vai possibilitar uma boa orientação para os diversos setores da sociedade", disse o meteorologista, destacando principalmente a Agricultura, os Recursos Hídricos e a Defesa Civil, atividades que estão ligadas diretamente com as condições de chuva. 

De acordo com o relatório apresentado, as chuvas aqui no Estado ocorrerão de forma normal. "Principalmente nas regiões Oeste, Central e parte da região do Agreste, onde agora acontecem as chuvas". Segundo Gilmar Bristot, a normalidade significa que as chuvas poderão ter uma distribuição regular. "Algumas áreas poderão ter chuvas a mais e outras deverão ter chuvas a menos. No total, no final do período chuvoso, nós teremos a condição de normalidade, que para o estado do Rio Grande do Norte é em torno de 600 a 650 milímetros", finalizou.
Fonte: Blog do Claudiano Silva

Estados e Municípios que não reajustarem o Piso Salarial do Magistério terão que pagar retroativo

{1308D4D8-F09B-41E9-B85F-3
Mais um ano letivo começou e permanece o impasse em torno da Lei do Piso Nacional do Magistério. Pela legislação aprovada em 2008, o valor mínimo a ser pago a um professor da rede pública com jornada de 40 horas semanais deveria ser reajustado anualmente em janeiro, mas muitos governos estaduais e prefeituras ainda não fizeram a correção.

Apesar de o texto da lei deixar claro que o reajuste deve ser calculado com base no crescimento dos valores do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb), governadores e prefeitos justificam que vão esperar o Ministério da Educação (MEC) se pronunciar oficialmente sobre o patamar definido para 2012. De acordo com o MEC, o valor será divulgado em breve e estados e municípios que ainda não reajustaram o piso deverão pagar os valores devidos aos professores retroativos a janeiro.

O texto da legislação determina que a atualização do piso deverá ser calculada utilizando o mesmo percentual de crescimento do valor mínimo anual por aluno do Fundeb. As previsões para 2012 apontam que o aumento no fundo deverá ser em torno de 21% em comparação a 2011. O MEC espera a consolidação dos dados do Tesouro Nacional para fechar um número exato, mas em anos anteriores não houve grandes variações entre as estimativas e os dados consolidados.

*FONTE ROBSON PIRES

sexta-feira, 17 de fevereiro de 2012

IMPERADORES DO SAMBA - Carnaval de Florânia Ano 1963


Bloco Carnavalesco de 1963 - arquivo do saudoso Prof. Zé Damasceno.
(Na foto o Prof. Zé Damasceno, em pé, de chapéu,  por trás da moça de óculos que segura a bandeira do   bloco).
Por Junior Galdino

ALEGRIA - Símbolo maior do carnaval das Coisas de Florânia


Na foto - Maria de Careca e Silvio Freire - Bloco Casais Na Folia (Anos 90)
Por Junior Galdino

domingo, 12 de fevereiro de 2012

COISAS DE RAIMUNDO NONATO

TEMPOS MODERNOS...


Na sala de aula, com seus alunos, o professor estava analisando aquele famoso poema de Carlos Drummond de Andrade:

"No meio do caminho tinha uma pedra.
Tinha uma pedra no meio do caminho.
E eu nunca me esquecerei
Que no meio do caminho tinha uma pedra
Tinha uma pedra no meio do caminho."

Depois de ter explicado exaustivamente, que ao analisarmos um poema, podemos detectar as características da personalidade do autor, implícitas no texto, o professor pergunta:

- Joãozinho, qual a característica da personalidade de Carlos Drummond de Andrade que você pode perceber neste poema?

- Professor, das duas uma: ou ele era traficante ou era usuário!!!

LEVANDO UMA MULHER PARA A CAMA . . . !


Aos 8 -- Você a leva para a cama e lhe conta uma História.

Aos 18 -- Você lhe conta uma História e a leva para a cama.

Aos 28 -- Você não precisa contar História nenhuma para levá-la para a cama.

Aos 38 -- Você nem consegue contar a História... cadê a cama???

Aos 48 -- Ela lhe conta uma História e o leva para a cama.

Aos 58 -- Ela lhe conta uma História para evitar ter que ir para a cama com você.

Aos 68 -- Você fica na cama para evitar as Histórias dela...

Aos 78 -- Se você a levar para a cama, isso sim é uma História!

Aos 88 -- Que História???? Que cama???? Quem é você????

PEDIDO FEITO, PEDIDO ATENDIDO.



Um menino de 7 anos queria ganhar 100 reais e rezou durante 2 semanas para Deus.

Como nada acontecia, ele resolveu mandar uma carta para o Todo-Poderoso com seu pedido. O correio recebeu uma carta endereçada para 'Deus-BRASIL'.

Resolveram mandá-la para a presidenta Dilma.
Dilma ficou muito comovida com o pedido e resolveu mandar uma nota de 10 reais para o menino, pois achou que 100 reais era muito dinheiro para uma 'criança pequena'.

O garotinho recebeu os 10 reais e imediatamente notou o endereço do remetente: 'Brasilia-DF'.
Pegou papel e caneta e sentou-se para escrever uma carta de agradecimento:

- Prezado Deus: Muito obrigado por me mandar o dinheiro que pedi, contudo, eu solicitaria que, na próxima vez, o Senhor mandasse direto pro meu endereço, porque quando passa por BRASÍLIA, aqueles filhos da puta ficam com 90% !!!
Por Domingos Toscano

CORDEL DAS COISAS DE FLORÂNIA

Com um pouco de atraso, estamos disponibilizando o Cordel das Coisas de Florânia que foi lançado no último dia 27 de janeiro, dentro do Sarau Cultural em comemoração ao 1º aniversário do blog.



Cordel das Coisas de Florânia
                     1

Florânia Terra das Flores
Das noites de São João
Das festas tradicionais
E do mártir Zé Leão
Protegida pelas setas
Do Santo Sebastião.

Do parque de Chico do Saco
Uma eterna brincadeira
Do vaqueiro e caçador
Das coisas de “mei” de feira
Do teatro de Zé Damasceno
E da vistosa Gameleira.

No alto se ver o Monte
No centro a arquitetura
No campo o homem trabalha
Na luta da agricultura
Nossa história preservada
Lá na Casa de Cultura.

Recanto de Dona Santa
E de Cosme de Abreu
Sem esquecer Atanásio
Que a grande peste venceu
E assim ergueu uma capela
Num ato que comoveu.

3

Florânia das grandes mestras
Dona Candoca a primeira
Zelinda e Almira Félix
Dona Gracinha Pereira
Imaginem todas juntas
Na sombra da gameleira.

Lugar de esportistas natos
Com grande veneração
Chico de Neci e Oscar
E o lendário Manelão
Dedé Coró e Manoel Cícero
Formam um time campeão.

Berço de nossas origens
Bugi Vermelho e Flores
No vale Rossaurubu
Florânia tem suas cores
Palco para os seresteiros
Cantarem os seus amores.

Pelo Palácio das Flores
Muitos homens já passaram
Tem também duas mulheres
Que nele se destacaram
Dona Santa e Jandira
Para a história entraram.

5

Partindo pra zona rural
Que já foi algodoeira
Temos imensas belezas
Do Fechado a Pitombeira
Passando pelos Macacos
Até chegar à Ipueira.

Sem esquecer o Bugi
Meu torrão primeiro
São Bento e Catolé
Entrando no Juazeiro
Agora subo pra chã
Na Serra do Cajueiro.

De tantos pontos turísticos
Que não esqueço um instante
Capim Açu e os Tanques
O Pau do Oco é brilhante
Descanso o meu cansaço
No aconchego do Mirante.

Do prédio da LBA
E o casarão italiano
Além da Rainha do Prado
Berço do povo cigano
Uma bela harmonia
Para o mestre Marciano.                     7

De Severino do Copo
Que acerta o seu destino
Marizete e Diana
Rezadeiras do Divino
Pra espinhela caída
Chame Arnaldo Firmino.

Dos políticos voluntários
Que lutaram até o fim
Entre eles se destaca
O filho de seu Joaquim
Agricultor e poeta
O inigualável Cilim.

Das vésperas de eleição
Onde tudo é decidido
No sobe e desce do povo
Num imenso alarido
Cabra jurando na fé
Que não tem voto vendido.

Da parteira Mãe Moça
Que fez crescer o Brasil
Ana Maria e Cícera
A saudosa Dona Edil
E tantas outras ilustres
Que desta terra floriu.
                     2

Tem também Padre Sinval
Que governou com postura
Fez crescer nossa cidade
Valorizou a cultura
Um exemplo de político
À frente da prefeitura.

Lugar de peleja política
Que às vezes quebra o pau
Da velha rivalidade
Com o bicudo e o bacurau
E o que era separado
Transformou-se num mingau.

Terra de grandes valores
De Cafifi e de Birunga
João Emídio e Paizinho
Com esse povo comunga
Que ainda sente falta
Das festas de Antônio de Lunga.

De Terezinha de Jesus
Com sua voz angelical
Dos repentes de André
Que falam de bem e mal
E de Miguel Calystone
Nosso valor cultural.

4

De figuras que marcaram
Nosso povo com encanto
Seu Raul puxando o fole
Vinoca com o seu canto
E as mentiras verdadeiras
De Bastião do Recanto.

Tem um grande sanfoneiro
De nome Antônio Dois Ouro
Bate sola, faz arreio
Mestre na arte do couro
Seu trabalho é para gente
Um verdadeiro tesouro.

Aqui tem homens de bem
Cada um com o seu fardo
Pra saber mais de Florânia
Não precisa jogar dardo
Basta você pesquisar
O Baú de Zé Felizardo.

Terra que acolhe o povo
E respeita a sua vez
Como esquecer Silvino
Bancário de sensatez
E ainda conterrâneo
Do grande Padre Cortez.

6

Das bolachas de Camilo
Conhecido por Fon Fon
Do Beco do Passa e Fica
E do saudoso Zé Avon
Subindo mais um pouquinho
Chego à Praça Callon.

Dentro das festas juninas
Tudo era animação
Cezário o eterno noivo
Com Luzia Damião
Vamos manter minha gente
Essa linda tradição.

De um grande batalhador
Que seguiu o seu caminho
Cuidou do rico e do pobre
Sempre com igual carinho
É o nosso eterno médico
O grande mestre Nozinho.

Das festas do Reencontro
Com saudades eu relembro
Rosa de Maio e o Luar
E a festa de Novembro
No desfilar pelas ruas
Era Sete de Setembro.

8

Pessoas que me marcaram
Desde o tempo de menino
Zé Turuba com seu Jipe
O doido Zé Manuíno
E os versos inspirados
No mestre João Severino.

Das serestas de Vicente
Nosso seresteiro nato
Na voz de Maria José
A saudade eu abafo
E afasto a tristeza
Nas piadas de Nonato.

De tantas outras belezas
Que ao turista encanta
Nossa linda cachoeira
No monte a Menina Santa
Do velho Alto Vermelho
E a Serra da Garganta.

Por aqui vou terminando
Essa viagem simplória
O que falei de Florânia
Ta gravada na memória
E agora registrado
Para os anais da história.


Por Domingos Toscano

HOMENAGEM A PADRE CORTEZ, FEITA PELO GRANDE POETA JOSÉ LÚCIO

Olha que bela homenagem feita ao saudoso Padre Cortez, de autoria do poeta José Lúcio da Cidade de São Vicente e postado pelo amigo Crispin do Blog São Vicente em Foco.



Por Domingos Toscano.

quinta-feira, 9 de fevereiro de 2012

Romário diz que há três semanas Congresso Nacional não tem “p%$&# nenhuma para fazer”

O Deputado Federal pelo PSB e ex-jogador Romário de Souza , que tem se destacado pela atuação no Congresso nas questões ligadas a ética parlamentar e esporte, cutucou os colegas parlamentares “preguiçosos” pelo Twitter, na madrugada desta quinta-feira, 09.


Pelo seu perfil na rede social,@RomarioOnze, o representante do Rio de Janeiro disse que vai há três semanas para Brasília e não encontra atividades legislativas para fazer.


Romário espera “que na próxima ida a Brasília tenha alguma p%$&# pra fazer. Ou será que o ano só vai começar depois do carnaval?”


O recesso parlamentar se encerrou no último dia 1º de fevereiro, mas até agora não houve votação de nenhuma matéria importante.



Por Domingos Toscano


Fonte:http://www.blogdobg.com.br/2012/02/romario-diz-que-ha-tres-semanas-congresso-nacional-nao-tem-%E2%80%9Cp-nenhuma-para-fazer%E2%80%9D/

quarta-feira, 8 de fevereiro de 2012

BRASIL, UM PAÍS DE CONTRASTES

[caption id="attachment_3805" align="alignnone" width="480" caption="Fonte:http://www.humorpolitico.com.br/"][/caption]

Por Domingos Toscano

sábado, 4 de fevereiro de 2012

SE ESSA RUA FOSSE MINHA...

Hoje vamos iniciar uma série de postagens sobre as ruas de Florânia, como eram, como estão e outra curiosidades. E vamos começar pela Rua Jarino Tinôco, que vai desde a Praça Mãe Santa até o Parque da Cidade.

[caption id="attachment_3793" align="alignnone" width="560" caption="Original do Bugi outubro 1980"][/caption]

[caption id="attachment_3794" align="alignnone" width="560" caption="Jarino Tinôco, em 2012."][/caption]

[caption id="attachment_3799" align="alignnone" width="560" caption="Vista aérea Rua Jarino Tinôco"][/caption]

Por Domingos Toscano

sexta-feira, 3 de fevereiro de 2012

http://grooveshark.com/s/Meu+Amigo+Pedro/2HD9Qx?src=5

COISAS DE RAIMUNDO NONATO



TESTE A SUA MEMÓRIA!!!

Teste Simples e rápido de Alzheimer

Complete rapidamente as palavras:

_ARALHO
V_ADO
_ _ CETA
_ERDA
POR_A
F_DA
_O_OTA

Pronto? Sem roubar, hein!!! Primeiro responda
Confira as respostas:

BARALHO
VOADO
FACETA
PERDA
PORTA
FADA
LOROTA

Pensou outra coisa?
Relaxe, você não tem Alzheimer.
Só a mente suja mesmo!!

VIDA A DOIS.

Marido chega preocupado em casa e diz a esposa:
-Tenho um problema no serviço.
Esposa:
- Não diz tenho um problema, diga temos um problema porque os teus problemas são meus também.
Marido :
- Tá bem, temos um problema no serviço, a nossa secretária vai ter um filho nosso.

Por Domingos Toscano